Páginas

domingo, 13 de fevereiro de 2011


a agonia de ver os dias passando e você não voltando é inevitável. eu queria ficar feliz a cada vez que o relógio para em horas iguais, pra imaginar que você está pensando em mim, mais não, a falta de esperança e de imaginação que a dor me causou foi grande. hoje eu vivo com os pés pregados ao chão, a realidade é o que mais me atormenta. às vezes penso que essa dor vai me sufocar, às vezes penso que ela está sumindo, chego a ficar feliz, mais aí ela volta, vai e vem todos os dias, todas as horas, a cada pensamento uma pontada de dor. eu viveria nos meus sonhos eternamente, só porq neles eu tenho você aqui. porém, não consigo dormir, não consigo comer, não consigo pensar direito sem você. quem sabe quando isso vai passar? eu espero que logo, pois não consigo mais olhar no espelho e ver em quem eu me tornei.

Nenhum comentário: