Páginas

sábado, 28 de maio de 2016

“Preste atenção ao que eu digo: Antes de crescer, você deve e vai se apaixonar por três vezes importantes. Primeiro, você vai cair de amor por seu melhor amigo, arruinando sua amizade para sempre. Isso vai te ensinar quem são seus verdadeiros amigos, e também como é tênue a linha entre a amizade e o “muito mais”. Ah, você também vai se apaixonar por alguém que você acredita ser perfeito, e vai acabar aprendendo que ninguém é perfeito, e que nunca se deve ser tratado como qualquer coisa menor do que nós merecemos. E em outra vez, você deve se apaixonar por alguém que é exatamente como você. Isso certamente ensina qualquer um sobre quem somos, e o que queremos ser. Somente depois de passar por essa ponte turva, você aprende que as pessoas que se preocupam com você são aquelas que mais te machucam, e que essas que te ferem são as que mais precisam de você. Mas acima de tudo depois de atravessar a ponte para crescer, a gente percebe que o amor é apenas um conceito e não é algo que se possa ser definido, é diferente para cada pessoa na Terra, mesmo sabendo que todo mundo só quer ser amado.”

quinta-feira, 26 de maio de 2016


“Você terá três tipos de pessoa na sua vida:

- Um AMIGO (aquela pessoa que você terá sempre em grande estima, que você sabe que poderá contar sempre, que bastará você insinuar que está precisando de ajuda e a ajuda está sendo dada)

- Um AMANTE (aquela pessoa que faz o seu coração pulsar, que fará com que você flutue e nada importará quando vocês estiverem juntos)

- Uma PAIXÃO (aquela pessoa que você desejará incondicionalmente, às vezes nem lhe importando se ela lhe quer ou não)

Mas, se você conseguir reunir essas três pessoas numa só - pode ter certeza: Você encontrou o amor.”

sábado, 14 de maio de 2016

"Difícil é amar quando alguma coisa dá errado. Quando a casa está uma bagunça, quando as contas começam a crescer e o dinheiro diminuir, quando qualquer palavra vira ofensa, quando um silêncio se transforma em dúvida. Quando sobram palavras entaladas na garganta, quando falta um gesto que era pra ter marcado presença, quando o beijo é rápido, o olhar é vazio, o abraço é curto, as promessas falham. Quando o zíper da mala fecha e você não vai. Quando você espera por algo que nunca vem. Quando as expectativas começam a te sufocar. Quando os olhos ficam marejados ao lembrar do que podia ter acontecido, mas não aconteceu. Quando a porta bate, o tom de voz aumenta, a paciência se esgota, o humor não faz mais rir."