Páginas

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Feliz dia das BruxaS

DOCES OU TRAVESSURAS??? 


sábado, 18 de outubro de 2014


Eu me sinto às vezes tão frágil, queria me debruçar em alguém, em alguma coisa. Alguma segurança. Invento historinhas para mim mesmo, o tempo todo, me conformo, me dou força. Mas a sensação de estar sozinho não me larga. Algumas paranoias, mas nada de grave. O que incomoda é esta fragilidade, essa aceitação, esse contentar-se com quase nada. Estou todo sensível, as coisas me comovem.


domingo, 12 de outubro de 2014


Acorde. Levante-se dessa cama, abra as cortinas e olhe que dia lindo está lá fora. Não deixe o medo te impedir de seguir em frente. Se cair uma vez, levante-se duas. Você é mais forte do que imagina. Você é capaz de fazer com que seus sonhos se realizem. Não se apaixone por palavras vazias vindo de um rostinho bonito, se encante por atitudes sinceras vindas de pessoas maravilhosas. Se você for esperto, saberá encarar de frente as armadilhas da vida. Não se iluda com pessoas, amores. Não se iluda pois a vida não passa de uma fantasia na qual você pode ser quem você quiser é só uma questão de capacidade. Nunca é tarde para recomeçar, para correr atrás dos seus sonhos. Nunca desistir, essa é a regra. Ser feliz a qualquer custo. Não se prenda a erros do passado, até porque foram esses erros que te fizeram amadurecer. Viva intensamente cada minuto da sua vida e pare de se importar com pouca coisa. Lembre-se que possuímos apenas uma vida, então corre, vai curtir a vida com seus amigos, se divirta e esqueça por apenas um minuto os seus problemas, pois o tempo não vai parar por você.

domingo, 5 de outubro de 2014

“Eu só quero que você entenda…às vezes eu fico quieta, mas não estou braba. Só estou quieta, tenho os meus momentos, gosto da minha própria solidão. Nem sempre o que eu digo é verdade, mas eu nunca minto para você. A tpm não é a culpada, meu humor não é o culpado, em algumas ocasiões o culpado é você. Eu só quero que você entenda que eu te mando embora querendo que você fique. Penso em não te querer mais sonhando em como te ter mais um pouco. Fico com raiva de você e isso passa. Quero mais carinho e isso me cansa. Penso que você é um ser inatingível, um ser que vive num mundo fechado a mil chaves e cadeados…quero que você entenda: eu gosto de demonstrações de amor, paixão, seja lá o que for. Eu só quero que você entenda que te faço tantas perguntas para me sentir segura. Tenho medo de te perder. Tenho um medo danado de você não mais me querer. Não quero que nenhum mal te aconteça, mas não sei bem como demonstrar isso, meto os pés pelas mãos e falo o que não devo. Falo sem parar, falo sem pensar. Eu só quero que você entenda que o não, às vezes, é sim. Que o sim, às vezes, é não. Que o talvez para mim não tem vez. Que acima de tudo eu te gosto demais e isso faz com que eu me torne grande e pequena e adulta e criança e confusa e certa. Eu só quero que você entenda que eu não gosto quando você vai embora. Não gosto quando você esconde o que sente. Não gosto quando você não me dá a menor bola. Não gosto quando você não gosta de esclarecer as coisas. Eu só quero que você entenda que eu sei do seu medo e da sua falta de coragem. Sei que você se esconde atrás do cansaço, do sono ou da falta de saco para certos assuntos. Sei que você inventa desculpas para você mesmo. E eu te digo: também tenho medo. Muito medo. Mas disfarço melhor do que você. Seguro a onda melhor do que você. Eu só quero que você entenda que estarei aqui para sempre. Por mais que você me mande embora. Por mais que as coisas compliquem. Por mais que o mundo acabe. Por mais que você não me ame. Se eu falo que está tudo bem, quero que você pergunte de novo. E de novo. De vez em quando eu finjo que tudo está numa boa, mas também tenho o meu lado fraco. Preciso de colo. De atenção. De mão na cabeça. De música de ninar. Eu gosto do desespero. Se eu estou triste, quero você ao lado. Se eu estou braba, quero você ao lado. Se eu estou num dia bom, quero você ao lado. Se meu dia foi péssimo, quero você ao lado. Quero o seu desespero. O meu desespero. Se eu viro as costas, quero você andando atrás. Se eu digo que não te quero mais, quero você gritando e me pedindo para te querer novamente. Nem sempre as minhas ações condizem com as minhas palavras. Me conheça. Me decifre. Me ame. Me ache. Me devore.”

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

"Olhe, tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras. Sou irritável e firo facilmente. Também sou muito calmo e perdoo logo. Não esqueço nunca. Mas há poucas coisas de que eu me lembre. Sou paciente mas profundamente colérico, como a maioria dos pacientes. As pessoas nunca me irritam mesmo, certamente porque eu as perdoo de antemão. Gosto muito das pessoas por egoísmo: é que elas se parecem no fundo comigo. Nunca esqueço uma ofensa, o que é uma verdade, mas como pode ser verdade, se as ofensas saem de minha cabeça como se nunca nela tivessem entrado?"

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Seja bem vindo ... Outubro!!

' Que outubro me seja amigo, seja vento, seja abrigo. Que outubro me traga o que setembro não trouxe e que leve o que não me foi doce... ''
(Magna Oliv.)

Querido Outubro... nem preciso dizer, que és bem vindo, porém que traga consigo boas vindas, energias positivas, surpresas, proteções e acima de tudo paz a todos, sem contar que esperamos que o Sr. nos SURPREENDA, desejo a todos os meus amigos, um excelente mês de outubro, carregado de bençãos e surpresas a cada um de vocês, que tudo o que setembro não nos proporcionou, que outubro seja surpreendente.