Páginas

domingo, 30 de setembro de 2012

“Mas amor não é apenas sorte. Não pensem também que amor é a solução pra todos os nossos problemas. Não. Amor não é solução. Amor é prêmio. Recompensa feliz para quem - afinal de contas - conseguiu manter-se fiel a si mesmo.”

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Sei que vai ser difícil passar por você e não me jogar nos teus braços. Ou te ver movimentar os lábios sem poder tocá-los. Ou até mesmo te ver abraçando outra pessoa, com aquele aperto no coração, e pensar que era pra ser eu. Mas eu cansei de ser um brinquedo nas suas mãos, cansei de ser tratada como um ninguém. Se eu ainda te amo? Sim, amo. Mas nem sempre o que a gente ama é o certo para nós mesmos.

sábado, 15 de setembro de 2012

O que é amor?


   A palma de sua mão fica suada, seu coração acelera, e sua voz fica presa no peito? Isso não é amar, é gostar. Você não consegue manter seus olhos ou suas mãos longe dessa pessoa, estou certo? Isso não é amor, é desejo. Você esta orgulhosa, ansiosa para mostrá-la? Isso não é amor, é orgulho. Você gosta dele por que você sabe que ele está lá? Isso não é amor, é solidão. Você está lá por que é o que todo mundo quer? Isso não é amor, é lealdade. Você está lá por que ele te beijou ou segurou sua mão? Isso não é amor, é insegurança. Você continua com ele por causa de suas confissões de amor e por que você não quer machucá-lo? Isso não é amor, é piedade. Você continua a pertencer a ele por que vê-lo faz seu coração pular? Isso não é amor, é paixão. Você perdoa os erros dele por que você se importa com ele? Isso não é amor, é amizade. Você daria todas as suas coisas favoritas em consideração por ele? Isso não é amor, é caridade. Seu coração quebra e dói quando ele está triste? Então é amor. Os olhos dele veêm seu verdadeiro coração e tocam sua alma tão profundamente que dói? Então é amor. Você continua com ele por que uma cegante e incompreensível mistura de dor e conexão puxa você pra perto e te segura lá? Então é amor. Você aceita os erros dele porque são parte de quem ele é? Então é amor. Você se sente atraída à outros, mas continua com ele fielmente e sem se arrepender? Então é amor. Você daria a ele seu coração, sua vida, sua morte?

Pense nisso por um segundo.

quinta-feira, 13 de setembro de 2012


Burra, burra e burra, é o que eu sou […]
Como é possível uma única pessoa errar tantas vezes, e magoar pessoas que não merecem?’, quando a gente tenta fazer o certo, acaba fazendo ao contrario e no final errando […]
Eu te amo sim, mas amo como amigo, como alguém em quem confio, que conto meus segredos, que falo sobre meu dia, que conto meus medos e desejos, alguém que sei que sempre irei poder contar, alguém que estará sempre presente quando eu chamar, alguém que me ama, e quer meu bem […]
Sabe quando a gente confundi tudo e troca os pés pelas mãos?, então foi isso que aconteceu, quando eu pensei na possibilidade de te perder, de perder sua amizade, de perde você, eu fiquei desesperada e confundi o meu sentimento de amizade, com um de amor, algo que agora posso ver que não existiu, e que talvez nem possa existir […]
Por isso mesmo, por toda essa confusão, que resolvi tirar a prova, deixar acontecer o nosso beijo mágico, para assim, tirar minhas conclusões e saber se era amor ou amizade, e sabe, eu cheguei a conclusão que não é amor, pelo menos não agora, eu não consigo sentir o quanto você senti por mim, e acho injusto ficar contigo e te privar de ser feliz, porque eu sei, que enquanto eu não te amar da forma que você merece, você mesmo dizendo que sim, sei que não ficara feliz por completo […]
O fato de te magoar, me impede de te dizer essas coisas, por isso escrevo, para poder calar um pouco a dor e o desespero que está dentro de mim, o desespero de te perder ate como meu amigo e a dor de te fazer sofrer, por não te amar da forma que tu me amas[…]
Por favor, prometa-me que seja qual for minha decisão seu carinho de amigo por mim não irá mudar, que mesmo que a gente não fique junto, você continue a conversar comigo, mandar o seu ‘bom dia nega’, a me querer por perto, porque hoje sei, que não consigo mais viver sem sua amizade, foram muitos momentos nossos, muitos segredos compartilhados, muitas brincadeiras, e acima de tudo, o nosso amor de amigos, pode não ser igual ao de namorados, mas compensa um pouco […]
Sei que dizer essas palavras não iriam te consolar, mas aqui, mesmo sem você saber ou ler, eu compartilho um pouco do que carrego aqui dentro e até hoje não contei, esse tempo que pedi, é o que me basta, para confirmar os meus sentimentos, para escolher se é amor, ou somente amizade meu nego, pois independentemente de um dos dois, eu não quero ficar sem ti bê, porque você já faz parte da minha historia e da minha vida.

domingo, 2 de setembro de 2012


“Sigo a vida conforme o roteiro, sou quase normal por fora, pra ninguém desconfiar. Mas por dentro eu deliro e questiono. Não quero uma vida pequena, um amor pequeno, uma alegria que caiba dentro da bolsa. Eu quero mais que isso. Quero o que não vejo. Quero o que não entendo. Quero muito e quero sem fim. Não cresci pra viver mais ou menos, nasci com dois pares de asas, vou aonde eu me levar. Por isso, não me venha com superfícies, nada raso me satisfaz. Eu quero é o mergulho. Entrar de roupa e tudo no infinito que é a vida. E rezar – se ainda acreditar – pra sair ainda bem melhor do outro lado de lá.”

Setembro


Já é setembro, mas ainda existem gotinhas de inverno que caem pela janela. E é por ela que entra a felicidade e a brisa mais suave e aromática que eu me permito sentir. Há flores espalhadas por todos os lugares, onde até o sorriso vem enfeitado com uma dessas flores do campo que nasceram para ficar no campo enfeitando momentos como esse, de eterna luz. Redundâncias, as eternas redundâncias, mas que precisam ser escritas, ditas, cantadas… É uma magia diferente que renasce a cada início de setembro. Flores, pássaros, borboletas… a natureza se prepara e veste de uma maneira diferente. Os sapatos e os casacos já começam a serem despidos dos corpos que estavam cobertos. É o período de hibernação que chega ao seu fim! Deitada entre folhas que secaram com o sal das minhas lágrimas, fiquei esperando Setembro chegar. Agora, entre a secura da terra, nascem flores de variados tons e formas, renasce a esperança dos dias vindouros e a eterna paixão que renasce o sorriso, os sonhos se renovam e as ações começam a serem praticadas.
Bem-vindo Setembro!!!