Páginas

sexta-feira, 29 de março de 2013


“Um dia você vai encontrar o homem da sua vida. Seu melhor amigo, sua alma gêmea, aquele que você poderá contar seus sonhos. Ele vai tirar seu cabelo dos olhos. Te enviar flores quando você menos esperar. Ele vai ficar admirando você durante os filmes, mesmo que ele tenha pago 18 reais para assistir. Ele vai te ligar para dizer boa noite só porque ele sente sua falta. Ele vai olhar no fundo de seus olhos e dizer: ”Você é a garota mais bonita do mundo.” E pela primeira vez em sua vida, você vai acreditar.” 




domingo, 24 de março de 2013

“Posso não ficar na sua vida pra sempre, mas quero que esse tempo que eu ficar eu faça valer a pena. Que eu faça valer a pena cada sorriso, cada lagrima, cada madrugada que viramos conversando. Espero não me tornar apenas uma lembrança para você, não quero ser lembrada como um relacionamento que não deu certo. Quero que se lembre de mim como a pessoa que te amou mais que tudo, mas mesmo assim não foi o suficiente, quero que se lembre de mim como a pessoa que abriu a mão de tudo por você. Mas infelizmente não sobrevivemos só do amor, por isso essa carta, por isso não somos mais um do outro. Mas saiba você será lembrado por mim como a pessoa que marcou minha vida, como a pessoa que escrevi a minha única e verdadeira historia de amor, aquele amor que muitos ainda não conheceu, aquele amor que faz valer a pena cada lagrima derramada. A partir do momento que você for embora, do meu pensamento você não irá sair, e vou brigar comigo mesmo por não conseguir tirar você do meus pensamentos. E essa será a minha nova rotina, afinal meu ponto fraco sempre será você.”

terça-feira, 19 de março de 2013

“Só eu sei o quanto o tempo passou. Eu senti isso. Pude sentir a dor, a cada dia que passava. Te procurava em todos os lugares, esperando que você aparecesse e dissesse que tudo ia ficar bem, mesmo sabendo que não ia acontecer. Passei noites sem dormir. Não suportava ficar na minha cama e me lembrar de todas as noites em que dormimos juntos. Eu me sentia vazio, sem vida. Não conseguia andar pela minha casa, pois eu conseguia me lembrar que falei com você em todos os cômodos da casa. Me lembrava da sua voz, do seu sorriso, do seu olhar. Eu sinto falta de ouvir a sua voz. Eu ainda me lembro dela, como se tivesse ficado gravada na minha cabeça. Não consegui apagar nada. Eu quis, talvez assim conseguia te esquecer.. mas sempre eu acabava vendo uma conversa nossa, uma foto sua, um sms seu. Tudo passava pela minha cabeça. Eu chorava porque eu queria aquilo de volta. E chorava mais ainda porque sabia que não ia voltar.”

segunda-feira, 18 de março de 2013


“Me diga que está triste, eu consolo. Me diga que nunca foi tão feliz, eu concordo. Me ame ou me odeie. Me mande pra puta-que-o-pariu ou me convide pra ir com você. Exploda na minha cara ou se derreta na minha mão. Deixa eu te ver morrendo de tanto rir ou com vergonha das olheiras de tanto chorar. Só não me esconda o rosto. Me abrace, me esmurre, me lamba ou me empurre. Só não me balance os ombros. Não me perturba assistir tua dor nem acompanhar teu gás. Te ver mais ou menos realmente me incomoda. Mais ou menos não rende papo, não faz inverno nem verão, não exige uma longa explicação. É melhor estar alegre ou estar triste, mais ou menos é a pior coisa que existe.”

quarta-feira, 13 de março de 2013


Quando pensava em parar, o telefone tocou. Então uma voz que eu não ouvia há muito tempo, tanto tempo que quase não a reconheci, (mas como poderia esquecê-la?) uma voz amorosa falou meu nome, uma voz quente repetiu que sentia uma saudade enorme, uma falta insuportável, e que queria voltar, pediu, (…). Se podia voltar, insistiu, para sermos felizes juntos. Eu disse que sim, claro que sim, muitas vezes que sim, e aquela voz repetiu e repetia que me queria desta vez ainda mais, de um jeito melhor e para sempre agora.

sábado, 9 de março de 2013


“Mas eu sou tradicional. Sou convencional, apesar de não ser normal. Se eu me corto, eu sangro. Se bato o dedo no pé da mesa, dói.

Sou uma pessoa comum. Acredito no até que a morte nos separe e também no eterno enquanto dure. Acredito que, se eu sou capaz de ser fiel, alguém mais pode ser. Acredito que eu não sou uma laranja, mas preciso da minha outra metade pra me sentir inteira.

Valorizo as pequenas atitudes, assim como condeno pequenas mancadas. Sou rancorosa, guardo por anos uma coisa que me magoou de verdade. Sei perdoar. Passo por cima dos erros pra ficar junto das pessoas que eu gosto. Tenho meus limites. O primeiro deles é meu amor-próprio.

Perdoo uma vez, porque errar é humano. Perdoo duas porque o ser humano é estúpido às vezes. Mas não posso viver perdoando porque isso seria incompetência minha.”

segunda-feira, 4 de março de 2013

..Quem é que nunca teve um Marcelo, um Felipe, um Ricardo, um André ou um Alexandre na vida?
Tudo bem, pode ser uma Juliana, uma Ana, uma Patrícia ou uma Aline…
Paquerar é bom, mas chega uma hora que cansa!
Cansa na hora que você percebe que ter 10 pessoas ao mesmo tempo é o mesmo não ter nenhuma, e ter apenas uma, é o mesmo que possuir 10 ao mesmo tempo!
A “fila” anda, a coleção de “figurinhas” cresce, a conta de telefone é sempre altíssima. Mas e ai? O que isso te acrescenta? Nessas horas sempre surge aquela tradicional perguntinha: Por que aquela pessoa pela qual você trocaria qualquer programa por um simples filme com pipoca abraçadinho no sofá da sala não despenca logo na sua vida??? Se o tal “amor” é impontual e imprevisível que se dane! Não adianta: as pessoas são impacientes! São e sempre vão ser! Tem gente que diz que não é… “Eu não sou ansioso, as coisas acontecem quando tem que acontecer.” Mentira!
Por dentro todo ser humano é igual: impaciente, sonhador, iludido… Jura de pé junto que não,mas vive sempre em busca da famosacara metade! Pode dar o nome que quiser: amor, alma gêmea, par perfeito, a outra metade da laranja… No fim dá tudo no mesmo. Pode soar brega, cafona… Mas é a realidade.
Inclusive o assunto “amor” é sempre cafonérrimo. Acredito que o status de cafona surgiu porque a grande maioria das pessoas nunca teve a oportunidade de viver um grande amor. Poucas pessoas experimentaram nesta vida a sensação de sonhar acordada, de dormir do lado do telefone, de ter os olhos brilhando, de desfilar com aquele sorriso de borboleta azul estampado no rosto…
Não lembro se foi o “Wando” ou se foi o “Reginaldo Rossi” que disse em uma entrevista que se a Marisa Monte não tivesse optado pelo “Amor I love you” e que se o Caetano não tivesse dito “Tô me sentindo muito sozinho..” eles não venderiam mais nenhum disco.
Não adianta, o publico gosta e vibra com o “brega”.
Não adianta tapar o sol com a peneira. Por mais que você não admita: você ficou triste porque o Leonardo di Caprio morreu em “Titanic” e ficou feliz porque a Julia Roberts e o Richard Gere acabaram juntos em “Uma Linda Mulher”; existe pelo menos uma música sertaneja ou um “pagodinho” que te deixe com dor de cotovelo; quando você está solteiro e vê um casal aos beijos e abraços no meio da rua você sente a maior inveja; você já se pegou escrevendo o seu nome e o da pessoa pela qual você está apaixonado no espelho embaçado do banheiro, ou num pedacinho de papel; você já se viu cantando o mantra “Toca telefone toca” em alguma das sextas-feiras de sua vida, ou qualquer outro dia que seja; você já enfiou os pés pelas mãos alguma vez na vida e se atirou de cabeça numa “relação” sem nem perceber que você mal conhecia a outra pessoa e que com este seu jeito de agir ela te acharia um tremendo louco; você, assim como nos contos de fada, sonha em escutar um dia o tal “E foram felizes para sempre”
Bem , preciso continuar?
Ok, acho que não… Negue o quanto quiser, mas sei que já passou por isso, e se não passou, não sabe o quanto esta perdendo….”O problema de resistir a uma tentação é que você pode não ter uma segunda chance”
“Falo a língua dos loucos, porque não conheço a mórbida coerência dos lúcidos.”

sexta-feira, 1 de março de 2013


"Eu poderia te ligar. Chamar no msn com a desculpa boba de ter errado de janela ou mandar uma simples sms dizendo que sinto a sua falta. Poderia mandar as indiretas mais diretas possíveis, onde só faltaria ter o teu nome. Eu poderia dizer que você mudou a minha maneira de pensar, agir e me relacionar. Que você conseguiu fazer comigo o que todos achavam impossível - Ser uma pessoa melhor. Poderia te implorar para voltar e não sair mais de perto.Poderia… Mas deixa assim. Estou bem do jeito que está. Se você se acostuma - Vou me acostumar."