Páginas

quarta-feira, 28 de novembro de 2012


“Pensando bem, em tudo o que a gente vê, e vivencia, e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente. Existe uma pessoa, que se você for parar pra pensar, é na verdade, a pessoa errada. Porque a pessoa certa faz tudo certinho: chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas.Mas nem sempre precisamos das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor. A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar, que é para na hora que vocês se encontrarem a entrega seja muito mais verdadeira.A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa. Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lagrimas, essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma inesquecível noite de amor. Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar toda a vida esperando você.A pessoa errada tem que aparecer para todo mundo, porque a vida não é certa, nada aqui é certo. O certo mesmo é que temos que viver cada momento, cada segundo amando, sorrindo, chorando, pensando, agindo, querendo e conseguindo. Só assim, é possível chegar aquele momento do dia em que a gente diz: “Graças a Deus, deu tudo certo!”, quando na verdade, tudo o que Ele quer, é que a gente encontre a pessoa errada, Para que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente.
Nossa missão: Compreender o universo de cada ser humano, respeitar as diferenças, brindar as descobertas, buscar a evolução.”

segunda-feira, 26 de novembro de 2012


Eu ando tão carente. Necessitada de cafuné, abraço apertado, e sussurro ao pé do ouvido. Eu estou querendo encontrar alguém, numa esquina qualquer, que seja capaz de suprir todas as minhas necessidades, toda saudade que ainda há em meu peito, e toda dor que eu ainda sinto. Eu estou querendo alguém que seja capaz de me libertar de toda essa tristeza, alguém que me faça ver a vida de uma nova maneira, alguém que me prove que o amor verdadeiro ainda existe, e que ainda é possível ouvir um “eu te amo” sem receio de que aquela frase esteja sendo dita da boca pra fora.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012



Eu só queria achar alguém que fosse ao menos capaz de me amar metade do que eu já amei. Não peço que se apaixone por mim no primeiro encontro, que seja louco ou dê sua vida pra me salvar, não precisaremos disso. Quero achar alguém que olhe pra mim com outros olhos, não com os olhos do mundo. Quero achar alguém que sorria pra mim, pegue na minha mão quando eu estiver brava e sentir vontade de bater em todo mundo. Que não me fale “Eu te amo” na primeira semana, que aprenda a me amar aos poucos, que não pule etapas, que tenha tesão, goste, apaixone, ame, case. Uma pessoa que me deixe com vontade de falar que não quero perder por nada. Não quero que me prometa o pra sempre, só que seja paciente pra viver um dia após o outro do meu lado. Quero que comece tudo com aquela sensação de que não vai dá certo, mas que me surpreenda. Não precisa me trazer flores todos os dias, nem caixas de chocolate, basta apenas mandar uma mensagem falando que tá pensando em mim, ou melhor, em nós. Quero alguém que me impressione, que me faça ficar com raiva por não querer amar e amar. Quero alguém que sente na areia da praia na madrugada de domingo e fique apreciando o mar, mesmo sabendo que no outro dia vai chegar no trabalho com olheiras e tomar um litro de café pra se manter acordado. Eu não peço coisas extraordinárias, só quero amor, beijos, abraços, carinhos, guerrinha de pipoca e cobertor. Só.”

“Eu achava que seria difícil que eu iria morrer por dentro todos os dias… tudo bem, admito no começo eu morri por dentro todos os dias, eu achava que não iria conseguir ficar sem ouvir tua voz todos os dias, sem ver aquele sms e escutar você me dizendo “te amo amor”, é, você me chamava de “amor”, com aquele seu sotaque tão lindo que eu amava. Achava que não iria suportar não poder te encontrar nos finais de semana e te dar um beijo e um abraço tão apertado que você ficava sem ar, sem ver teu sorriso quando eu fazia graça só pra te ver sorrir e sem escutar suas palavras de consolo quando eu brigava com uma amiga ou com minha mãe. É no começo foi assim, eu estava quase morrendo por você, mas me orgulhei por não voltar contigo. Depois percebi que nada daquilo valia a pena, percebi que não devia chorar por ter acabado mais sim sorrir por ter acontecido. Eu não sofro mais por ti, pois não sinto tua falta eu só sinto falta do que nós passamos, mas isso eu posso passar com qualquer outro por aí que eu ame e me ame de volta, como você nunca amou…”

segunda-feira, 19 de novembro de 2012


O que te impede de sorrir? Problemas? Qual é! O seu único problema é deixar de lado algo tão importante como o sorriso, já parou para pensar o quanto ele pode significar algo para alguém? E sem falar no quanto alivia sua dor. Sorria, mesmo tendo milhões de motivos para chorar.

quarta-feira, 14 de novembro de 2012


“Eu procuro a bondade onde ninguém vê, eu vejo o lado bom de cada situação ruim, eu procuro aprender com meus erros, tiro lições da dificuldade, busco crescer a cada degrau que consigo subir, faço dos erros um aviso, faço dos acontecimentos uma música e assim eu vivo, faço do sorriso a alegria e da vida eu procuro o amor. Não importa o quanto você recebe em troca, procure sempre apenas fazer sua parte, e então, nada das coisas que vive será em vão.

quinta-feira, 8 de novembro de 2012


Porque quando eu fecho os olhos, é você quem eu vejo; aos lados, em cima, embaixo, por fora e por dentro de mim. Dilacerando felicidades de mentira, desconstruindo tudo o que planejei, abrindo todas as janelas para um mundo deserto. É você quem sorri, morde o lábio, fala grosso, conta histórias, me tira do sério, faz ares de palhaço, pinta segredos, ilumina o corredor por onde passo todos os dias. É agora que quero dividir maças, achar o fim do arco-íris, pisar sobre estrelas e acordar serena. É para já que preciso contar as descobertas, alisar seu peito, preparar uma massa, sentir seus cílios.“Claro, o dia de amanhã cuidará do dia de amanhã e tudo chegará no tempo exato. Mas e o dia de hoje?” Não quero saber de medo, paciência, tempo que vai chegar. Não negue, apareça. Seja forte. Porque é preciso coragem para se arriscar num futuro incerto. Não posso esperar. Tenho tudo pronto dentro de mim e uma alma que só sabe viver presentes. Sem esperas, sem amarras, sem receios, sem cobertas, sem sentido, sem passados.

domingo, 4 de novembro de 2012


“Hoje eu acordei numa casa diferente, num quarto diferente, sem nenhuma muleta, sem nenhuma maquiagem, meus amigos estão ocupados, meus pais não podem sofrer por mim. Hoje eu acordei sem nada no estômago, sem nada no coração, sem ter para onde correr, sem colo, sem peito, sem ter onde encostar, sem ter quem culpar. Hoje eu acordei sem ter quem amar, mas aí eu olhei no espelho e vi, pela primeira vez na vida, a única pessoa que pode realmente me fazer feliz”

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Seja bem vindo novembro...


Então eu abro a porta, deixo novas coisas acontecerem, abro a janela e deixo o sol brilhar dentro de mim. Outubro foi bom, foi... Inventei coisas, fiz algo que surpreendi a mim mesma, estranho não é?
Aprendi em Outubro a falar, não guarde o que implora tanto para sair, mas fale, sem medo, com ousadia, acredite em você. Vai que esse alguém, essa coisa esteja esperando só um passo seu, eu tomei a iniciativa e nunca me senti tão feliz.
Mas que venha Novembro, quero novos ares, novas coisas, novos sorrisos, quero mais, quero tudo. Sei que sou uma menina sonhadora, e continuarei a ser, amo ver o brilho de um sorriso, amo inventar um mundo só meu, sou estranha, não sou apenas feliz, e romperei todos meus medos, porque agora aprendi que nunca devo desistir.