Páginas

domingo, 30 de novembro de 2014


“Eu sou sim a pessoa que some, que surta, que vai embora, que aparece do nada, que fica porque quer, que odeia a falta de oxigênio das obrigações, que encurta uma conversa besta, que estende um bom drama, que diz o que ninguém espera e salva uma noite, que estraga uma semana só pelo prazer de ser má e tirar as correntes da cobrança do meu peito.

Que acha todo mundo meio feio, meio bobo, meio burro, meio perdido, meio sem alma, meio de plástico, meia bomba.

E espera impaciente ser salva por uma metade meio interessante que me tire finalmente essa sensação de perna manca quando ando sozinha por aí, maldizendo a tudo e a todos.

Eu só queria ser legal, ser boa, ser leve. Mas dá realmente pra ser assim?

sábado, 1 de novembro de 2014

Bem vindo Novembro ...

Que venha Novembro, que ele seja lindo, pois quero novos ares, novas coisas, novos sorrisos, eu quero mais, eu quero tudo, eu quero e vou vencer... amo ver o brilho de um sorriso dos que amo, amo inventar um mundo só meu, sou estranha... não sou apenas eu, tentando novamente ser feliz, tentando me renovar dia após dia, sei que conseguirei e romperei todos meus medos, porque agora aprendi que nunca devo desistir... Jamais desistir, então mais uma vez... seja bem-vindo novembro! com a esperança que nunca morre e com a fé que se renova a cada manhã diante da presença de Deus. Seja bem-vindo novembro, com o fôlego de vida, com a justiça, a bonança, com o verde e todas as outras cores, nos traga o que outubro nos levou e nada nos acrescentou, e nos preencha com a força do amor, enfim... ME SURPREENDA! bem vindo seu lindo!!!