Páginas

domingo, 24 de junho de 2012

Estou desconfiada de que a gente cresce quando começa a aprender, com o sentimento, muito além da retórica, a não permitir que uma desilusão ou outra nos afaste de nós mesmos e nem dos nossos sonhos mais bonitos. Estou desconfiada de que a gente cresce quando é capaz de entender que estar vivo é perigoso, sim, é trabalhoso, sim, mas também é uma oportunidade rara e imperdível. Que há que se pagar o preço, se a ideia é ser feliz e inteiro (…)


sábado, 23 de junho de 2012


Ele pode estar olhando as suas fotos. Neste exato momento. Porque não? Passou-se muito tempo. Detalhes se perderam. E daí? Pode ser que ele faça todas as coisas que você faz. Escondida. Sem deixar rastro nem pistas. Talvez ele passe a mão na barba mal feita e sinta saudade do quanto você gostava disso. Ou percorra trajetos que eram seus, na tentativa de não deixar que você se disperse das lembranças. As boas. Por escolha ou fatalidade, pouco importa, ele pode pensar em você. Todos os dias. E ainda assim preferir o silêncio. Ele pode reler seus bilhetes, procurar o seu cheiro em outros cheiros. Ele pode ouvir as suas músicas, procurar a sua voz em outras vozes. Quem nos faz falta acerta o coração como um vento súbito que entra pela janela aberta. Não há escape. Talvez ele perceba que você faz falta. E diferença. De alguma forma, numa noite fria. Você não sabe. Ele pode ser o cara com quem passará aquele tão sonhado verão em Paris. Talvez ele volte. Ou não.


terça-feira, 12 de junho de 2012

“Eu espero com o coração na mão pelo o seu abraço e o gosto do seu beijo. Espero para ver o seu sorriso e ouvir a sua voz baixinha sussurrando ao meu ouvido. Espero por nós andando de mãos dadas pelo calçadão, e por sentir o toque da sua pele na minha. Espero pelos nossos corpos juntos, e pelas noites viradas pela falta de sono. Espero pelos seus pés gelados nos meus (na verdade é ao contrario, meus pés gelados nos teu corpo quentinho :) ), e também pela sua risada. Espero pelo seu ciúme, pelo o meu e pelas nossas discussões. Espero por ser mandada embora, por te mandar embora e receber sua ligação de madrugada me pedindo para voltar e dizendo que não é n-a-d-a sem mim e que não sou n-a-d-a sem você. Espero para ouvir suas desculpas e te pedir desculpas, e depois nos reconciliarmos. Eu espero por você e pelo o seu amor. Eu espero por nós.”



domingo, 10 de junho de 2012


Ninguém está pronto para ver alguém partir da sua vida, ninguém está pronto para sair da vida de alguém que é importante para ela, ninguém gosta de ter que esquecer alguém, ninguém gosta de ser esquecido. A vida é difícil, e nem sempre legal,mas é a vida.


Tatoo Nova

Eu simplesmente não consigo deixar de sentir o que sinto por você! É infinito!! Entendeu!!




quinta-feira, 7 de junho de 2012

Porque a vida segue. Mas o que foi bonito fica com toda a força. Mesmo que a gente tente apagar com outras coisas bonitas ou leves, certos momentos nem o tempo apaga. E a gente lembra. E dá saudade. Uma saudade que faz os olhos brilharem por alguns segundos e um sorriso escapar volta e meia.

Caio Fernando Abreu


domingo, 3 de junho de 2012

Esta certo ?


Esta certo eu me sentir assim, como se tudo estivesse acabado agora, como se eu não tivesse tido tempo de me recuperar, como se você fosse tudo o que eu precisasse para sobreviver, como se ainda pudesse acontecer alguma coisa entre nós.