Páginas

quinta-feira, 27 de junho de 2013


E ficamos nesse vai e não volta, nessa indecisão de uma certeza, na negação de uma vontade. Eu te amo e você me ama, mas o nosso amor não é o suficiente para nos unir. Precisamos de algo que ainda não temos, e talvez nunca venhamos a ter. Preciso ser minha antes de ser sua, e você precisa ser seu antes de ser meu. Mas você é da menina que conheceu na balada qualquer da vida, e eu sou do cara que conheci e senti atração. Somos tão diferentes, mas tão completos quando estamos um ao lado do outro. Poderíamos ser tão felizes, poderíamos ser tão amor… Mas simplesmente hoje somos apenas dor.

terça-feira, 25 de junho de 2013


"A gente esquece sim, mas demora um tempinho pra isso. Tudo bem, acontece. Nem sempre as expectativas são correspondidas, na verdade pessoas foram feitas para quebrar promessas. Por bem, por mal. Sem intenções ou só por diversão. Todo mundo, todo mundo mesmo já disse alguma coisa que não pôde cumprir. “Eu nunca mais vou ligar”, ou “nunca mais vou responder suas mensagens”. No fim de tudo a gente mesmo acaba se contradizendo, e quebrando as promessas que nós mesmos fazemos."

segunda-feira, 17 de junho de 2013


Noah: Você poderia apenas ficar comigo?
Allie: Ficar com você? Pra quê? Olhe pra nós, já estamos brigando!
Noah: Mas isso é o que nós fazemos! Nós brigamos! Você diz que eu estou sendo um arrogante filho da puta, e eu te digo que você está sendo um pé no saco… o que você é, 99% do tempo. Eu não tenho medo de ferir seus sentimentos, porque depois de dois segundos, você voltará a ser um pé no saco.
Allie: Então o que?
Noah: Então não será fácil, será muito difícil. E nós teremos que trabalhar nisso todos os dias, mas eu quero isso, por que eu quero você.

Diário de uma Paixão

quinta-feira, 13 de junho de 2013

“Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo… Isto é carência! Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar… Isto é saudade! Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos… Isto é equilíbrio! Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente para que revejamos a nossa vida… Isto é um princípio da natureza! Solidão não é um vazio de gente ao nosso lado… Isto é circunstância! Solidão é muito mais do que isto! Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma!”

terça-feira, 11 de junho de 2013

Me avisa??


Quando não houver mais saída, quando a chama de ciúme não acender, quando não houver desejo, quando o olhar não mais brilhar, quando o sorriso for forçado, quando o coração parar de bater como batia antes, quando não houver fogo, quando não houver solução, quando a minha felicidade não te completar, quando não sobrar um talvez, quando o sorriso não mais acender, quando seus lábios não mais me necessitarem, quando não houver esperança, quando não restar ilusão… Promete que me avisa? Me conta? Me procura? Me fala? Me diz? Me avisa. Quando as lagrimas chegarem, quando a vontade estiver acabada, quando não restar mais um porquê, quando o sorriso partir, quando o amor não for mais sincero, quando a felicidade se esconder. Me avisa. Prometo que vou partir.

sábado, 8 de junho de 2013


Agora, a noite, eu costumo dirigir para longe… Para longe das lembranças, para longe das promessas… Porque nada do que me foi dito era real… E eu criei dentro de mim expectativas demais, sonhos demais, ilusões demais…E vi a realidade tomar conta dos meus devaneios com uma velocidade inacreditável, na verdade, quando me dei por conta, as cores já haviam ido e eu estava oca novamente… O problema disso é que abala minha fé, eu deixo de crer que coisas boas acontecem a pessoas boas e corro para longe…

O amor é algo inventado, são suas expectativas de preenchimento sentimental transferidas para outras pessoas… Ninguém jamais vai te preencher, ninguém jamais ocupara esse espaço no teu peito… E se ocupar será temporário e a cada partida, a cada vez que você dirigir para longe, o buraco parecerá maior, e a vontade de voltar menor…

AC

domingo, 2 de junho de 2013


Lembranças são como agulhas, podem ser pequenas mas são pontiagudas.Machucam, perfuram, espetam e torturam.É viver perseguido por tudo aquilo que está fora de alcance. É angustiante não poder bani-las. Lembranças são percursoras de lágrimas. São pedaços da sua vida que não irão se repetir indo e vindo cada vez mais fortes só para te mostrar o quão inútil é querer esquecê-los.

sábado, 1 de junho de 2013


"Que JUNHO venha com bons ventos, que nos traga sorte, paz e amor, que não nos deixe desanimar e sofrer, por favor.
Que leve embora todas as tristezas e decepções... E só por um mês, faça tudo dar certo, depois veremos o que fazer em JULHO!!"