Páginas

segunda-feira, 28 de maio de 2012


E ele tem uns olhos centrados e decididos, e Deus como são lindos aqueles olhos. E um senso critico forte, e confiante, que parece que nada no mundo pode abate-lo. E eu gosto disso. Mas talvez o que eu mais ame nele seja do jeito que ele me nota, e do quanto ele só quer ser meu quando me toca, e quando me ouve com atenção, e me coloca no colo sabendo que ele não precisa fazer aquilo, mas ele quer, e logo em seguida ele me sorri meio torto, e é um torto tão lindo, que eu tento fazer ele jurar que vai ser sempre meu… E tem vezes eu fecho os meus olhos depois que ele vai, e agradeço por Deus ser tão bom pra mim, por me dar esse presente, que é quase surreal sentir um amor tão grande por uma pessoa, e ela retribuir.



sábado, 26 de maio de 2012


Eu não sei lidar com perdas. Eu me apego demais as pessoas, e acabo criando uma certa dependência delas. Aí quando elas vão embora, é como se estivesse levando um pedaço meu com elas… E estão mesmo.



quarta-feira, 23 de maio de 2012


“Quero um garoto que vá tirar o cabelo dos meus olhos, e depois me beijar. Que vá segurar a minha mão na fila do shopping e fazer todas as meninas ficarem com inveja. Um menino que vai cantar para mim em momentos aleatórios. Que vá me deixar dormir em seu peito. Eu quero um cara que vá dizer à sua família e amigos tudo sobre mim. Que traga-me sopa ou suco de laranja quando estou doente. Eu quero um garoto que seja mais pateta do que romântico, mas saiba as coisas certas a se dizer na hora certa. Eu quero um menino que vá me ligar milhares de vezes por dia, mas logo em seguida me peça desculpas por ligar tanto e não importe quantas vezes eu lhe disser que está tudo bem, continue ligando. Um rapaz que vá me deixar fofocar para ele e apenas sorrir e concordar com tudo o que eu digo. Um menino que me beije um milhão de vezes. Que vá apostar beijos comigo. Que tire sarro de mim só para me fazer rir. Que vá me levar ao parque, que coloque suas mãos em volta da minha cintura e me abraçe o tempo todo. Um menino que beije meu pescoço, só para ter uma razão para me dizer o quanto ele ama o meu perfume. Eu quero um menino que, à noite, vá dançar de pijama comigo. Um menino que tire fotos em cabines comigo. Um menino que sente comigo no chão da cozinha enquanto comemos sanduíches. Quem vai me beijar na chuva. Eu quero um garoto que tente me ensinar a tocar violão, mesmo que acabemos rindo um do outro. Eu quero um garoto que vá passar os dedos pelo meu cabelo, compartilhar seus pirulitos comigo, e conviver com todos os meus amigos. Alguém que nunca tenha medo de dizer eu te amo na frente dos outros e alguém que discuta comigo sobre coisas tolas só para fazermos as pazes. Alguém que vai me beijar à meia-noite de ano novo e que vá fazer caretas engraçadas para mim quando estou no telefone. Eu quero um garoto que vá contar estrelas comigo. Eu quero um menino que fique em casa comigo numa noite de sexta-feira apenas para me ajudar a fazer o jantar e assistir a filmes juntos sob o mesmo cobertor. Eu quero um menino que me olhe no olho e me diga uma coisa séria, que também seja engraçado e me faça prometer não rir. Um menino que me faça rir como ninguém pode. Eu quero um rapaz que vai me abraçar mais do que o normal quando estou doente, e brinque com o meu cabelo. Mas principalmente eu quero um menino que seja o meu melhor amigo e estará sempre lá por mim.”

terça-feira, 22 de maio de 2012

Mudança?


 É complicado. Quando eu penso que tudo vai mudar, na verdade eu continuo a mesma pessoa. Mudo por algumas horas, ou alguns dias, mas acabo lembrando de tudo entre nós e bate aquela saudade. E acaba trazendo todos aqueles sentimentos de novo, toda aquela angustia de não ter você aqui comigo. Eu acho que no fundo, bem no fundo, eu vivo sob a ilusão de que um dia você vai voltar, quando na verdade eu sei que não. Então mudança ? Acho que não é a palavra certa. Evolução seria o termo correto. Eu evoluo a cada dia sem você do meu lado. Eu fico mais forte, eu resisto mais a dor, eu consigo até mesmo esconder de todo mundo, que mesmo depois de todo esse tempo eu ainda te guardo aqui dentro de mim. Te guardo de uma maneira que só eu conheço. Mas eu evoluo mais, quando eu vejo que na verdade , eu consigo sem você. 



segunda-feira, 21 de maio de 2012


“Quando penso na gente, não consigo pensar na hipótese de não sorrir. Lembro dos momentos que passamos juntos, das risadas escandalosas em plena madrugada, das brigas por ciúmes, dos meu ataques de euforia, do seu jeito empolgado de contar sobre o seu dia, da maneira que os seus braços se encaixavam perfeitamente em volta de mim, em como minhas mãos se encaixavam sob seu rosto, o quanto era bom te olhar nos olhos e ver aquele brilho tão intenso, lembro-me do quanto era bom sentir aquele frio na barriga quando sussurravas em meu ouvido e quando mordia minha orelha, ou beijava meu pescoço. Lembro de como a minha vida se tornou melhor e mais interessante depois que entrastes nela, e por isso sorrio.” 


domingo, 20 de maio de 2012


Aquele sorriso, foi o começo de tudo. Aquele sorriso foi inesquecível. Foi quando você sorriu pra mim que tudo começou: a nossa historia, o meu amor, foi simplesmente tudo! Eu me lembro do seu rosto perfeito, junto ao meu, de seus braços em volta de mim, sua brincadeiras… Eu tenho medo. Medo de um dia esquecer a cor do seus olhos, o seu jeito ou até mesmo o som da sua voz. Depois do sorriso, vêm o beijo, logo depois ocorrem decepções, lágrimas, tristezas… mas, eu tento não levar comigo as lágrimas que vieram com o tempo, eu tento sempre me lembrar dos momentos bons que tivemos e assim eu me lembro daquele primeiro sorriso que você me deu.



domingo, 13 de maio de 2012


Mãe, Você me ensinou a me importar com as pessoas, a perceber seus sentimentos, e compreender seus problemas. De tudo o que você me ensinou, estas devem ser as coisas mais importantes, e são também as qualidades que eu mais gosto em você, e eu só espero que as pessoas vejam o mesmo em mim... Então Mãe, no seu dia eu quero dizer a você o quanto você significa para mim, E não só porque você é a minha mãe, mas também por ser uma pessoa que eu admiro e amo muito. Feliz Dia das Mães!



    Faça o mundo parar de girar e me tenha em seus braços outra vez. Roube-me e leve-me para nosso mundo. Aquele em que as coisas ruins ficavam camufladas e nada nos atingia. Aquele que nos perdíamos em meio aos abraços. Junte-me ao seu colo. Acomode-me em seu peito. Faça com que eu me perca em ti, em teus olhos. Hipnotize-me para que de seu olhar eu não fuja nunca mais. Arranca de mim todo o mal. Guarde-me contigo. Aconchegue-se ao meu lado e, por favor, daqui não saia jamais.


sábado, 12 de maio de 2012


Olha, Zé, lê isso, escuta se conseguir e anota se precisar: eu te amo. Eu te amo com cada pedacinho que há em mim, com cada força que existe dentro de mim e com toda fraqueza também, porque, Zé, mesmo depois de todo esse tempo, você ainda me deixa com as pernas bambas, com a mão suando frio e com o coração acelerado. E sabe Zé, é porque te amo que vou te deixar partir. Eu sei que é o melhor para nós dois, mas eu só queria entender cada promessa que fizeste. Foram todas falsas? Porque, sabe, eu juro que vi suas lágrimas, juro que senti que era verdade. Mas os dias recentes foram tão estranhos,não é, Zé? Sei que você percebeu, essa semana que não nos falamos… É claro que o fim seria esse. Você tem medo de abraços, da união de corpos, de corações. E nossas almas chegaram a se encontrar. E você precisou ir. Acho que fomos além do que você aguentava. Entendo essa sua partida. Sinto saudades, aqui, quieta. Estou parada, sinto o azedo no fundo da garganta. Saiba: te quero, te espero.