Páginas

sábado, 24 de setembro de 2016

Podia ser só amizade, paixão, carinho, admiração, respeito, ternura, tesão. Com tantos sentimentos arrumados cuidadosamente na prateleira de cima, tinha de ser justo amor, meu Deus? Porque quando fecho os olhos, é você quem eu vejo. Aos lados, em cima, embaixo, por fora e por dentro de mim. Dilacerando felicidades de mentira, desconstruindo tudo o que planejei, abrindo todas as janelas para um mundo deserto. É você quem sorri, morde o lábio, fala grosso, conta histórias, me tira do sério, faz ares de palhaço, pinta segredos, ilumina o corredor por onde passo todos os dias. É agora que quero dividir maçãs, achar o fim do arco-íris, pisar sobre estrelas e acordar serena. É para já que preciso contar as descobertas, alisar seu peito, preparar uma massa, sentir seus cílios. “Claro, o dia de amanhã cuidará do dia de amanhã e tudo chegará no tempo exato. Mas e o dia de hoje?” Não quero saber de medo, paciência, tempo que vai chegar. Não negue, apareça. Seja forte. Porque é preciso coragem para se arriscar num futuro incerto. Não posso esperar. Tenho tudo pronto dentro de mim e uma alma que só sabe viver presentes. Sem esperas, sem amarras, sem receios, sem cobertas, sem sentido, sem passados. É preciso que você venha nesse exato momento. Abandone os antes. Chame do que quiser. Mas venha. Quero dividir meus erros, loucuras, beijos, chocolates… Apague minhas interrogações. Por que estamos tão perto e tão longe? (…) Não nego. Tenho um grande medo de ser sozinha. Não sou pedaço. Mas não me basto.


segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Eu não quero flores, chocolates, presentes e alianças.. eu só queria alguém pra me acordar de manhã com um beijo na testa, mesmo eu acordando descabelada poder ver ele do meu lado sorrindo e dizendo que eu sou a mulher mais linda que ele conhece, e depois de acordar me ajudar arrumar a mesa do café, ficar me olhando enquanto comemos, entre sorrisos me beijar, deitar no sofá e assistir bob esponja abraçados, fazer almoço e poder ouvir elogios pelo prato que eu mesma fiz, ganhar abraços e beijinhos enquanto lavo a louça.. quero alguém que queira estar comigo até mesmo quando não tiver nada pra fazer, deitar na cama, ouvir ele cantar, sentir a respiração, ganhar beijos, abraços, carinhos, e em meio a sussurros um eu te amo. Sabados a tarde brigando, fazendo pirraça, e depois disso tudo se desculpar com beijos, abraços e mordidinhas, domingos entediados, deitados no sofá assistindo programas qualquer. E em dias de chuva, frio; quero brigadeiro, filme, cama, e poder dormir sobre o peito quente, ouvindo cada batida do coração, quando acordar perguntar se o filme era bom e querer saber da história. Alguém que quando briga comigo, saiba me agradar e pedir desculpas da melhor forma possivel, que quando eu estiver emburrada me morda e me faça cócegas até eu pedir pra parar, sorrir e o beijar, que saia de mãos dadas comigo e no meio do caminho venha correndo atrás de mim, só pra descontar o beijo que eu roubei, que me abrace por trás, me beije o pescoço e diga que eu sou tudo o que sempre quis, que eu o faço feliz, quando eu quero dormir deite do meu lado, me faça carinhos, me dê beijinhos, e quando eu finalmente pegar no sono me ver dormir e assim adormecer, quando eu estiver doente cuide de mim, me faça sorrir, e quando eu quiser ir embora me segure e diz que não vive sem mim.. eu so queria alguém pra dormir de conchinha, sem maldade, sem malicia, alguém que abrace enquanto eu durma, eu só queria alguém pra me acordar de manhã com um beijo na testa.. eu só queria que esse alguém um dia realmente existisse!

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

'Que Setembro traga de volta todos os sorrisos que Agosto me roubou. Traga alegria de sorrir com brilho no olhar e paz na alma. Me aproxime de pessoas boas. E que não me deixe sofrer por favor. Que a felicidade nunca seja de menos. Afaste todo o mal que me ronda. Que Setembro seja doce e que não enjoe. Que me faça sorrir de tanta paz e que Deus me/nos abençoe."