Páginas

sábado, 30 de abril de 2011


a muito tempo, eu passei uma grande parte do meu tempo aprendendo a viver sem você, sem ser dependente, sem precisar de você aqui. eu consegui, mas não pensei que mesmo vivendo sem você, a saudade ainda me machucaria tanto. olhar pra você e não encontrar quem me fazia bem, é uma sensação de que perdi alguém que jamais irei encontrar novamente, é uma angustia que eu aprendi a conviver, assim como você.

Ele pode estar olhando tuas fotos neste exato momento. Por que não? Passou-se muito tempo, detalhes se perderam. E daí? Pode ser que ele faça as mesmas coisas que você faz escondida, sem deixar rastro nem pistas. Talvez, ele passa a mão na barba mal feita e sinta saudade do quanto você gostava disso. Ou percorra trajetos que eram teus, na tentativa de não deixar que você se disperse das lembranças. As boas. Por escolha ou fatalidade, pouco importa, ele pode pensar em você. Todos os dias. E, ainda assim, preferir o silêncio. Ele pode reler teus bilhetes, procurar o teu cheiro em outros cheiros. Ele pode ouvir as tuas músicas, procurar a tua voz em outras vozes. Quem nos faz falta, acerta o coração como um vento súbito que entra pela janela aberta. Não há escape. Talvez, ele perceba que você faz falta e diferença, de alguma forma, numa noite fria. Você não sabe. Ele pode ser o cara com quem passará aquele tão sonhado verão em Paris. Talvez, ele volte. Ou não.

(Caio F.)

eu rezo para que isso seja verdade todas as noite... :(

"Às vezes me lembro dele. Sem rancor, sem saudade, sem tristeza. Sem nenhum sentimento especial a não ser a certeza de que, afinal, o tempo passou. Nunca mais o vi, depois que foi embora. Nunca nos escrevemos. Não havia mesmo o que dizer. Ou havia? Ah, como não sei responder as minhas próprias perguntas! É possível que, no fundo, sempre restem algumas coisas para serem ditas. É possível também que o afastamento total só aconteça quando não mais restam essas coisas e a gente continua a buscar, a investigar — e principalmente a fingir. Fingir que encontra. Acho que, se tornasse a vê-lo, custaria a reconhecê-lo."


Caio Fernando Abreu

"Sigo buscando coisas sem saber aonde encontrar. Umas eu demoro a achar, outras já vem comigo desde o berço. Umas ficam a vida inteira, outras vão embora cedo. Mas cada uma me completa de um jeito. Desta forma vivo buscando e juntando meus pedaços, procurando nos cantos mais improváveis e deixando-os sempre com a certeza de que de alguma maneira foram importantes e insubstituíveis."

Entre aquele que você ama, mas não liga para você e aquele que te ama, mas você não ama. Vai escolher a 1° opção. Então o problema está em você escolher a opção errada. Por isso falam que o sofrimento é opcional. Dê uma chance para quem te ama.

sábado, 16 de abril de 2011


Vai passar,
tu sabes que vai passar. Talvez não amanhã, mas dentro de uma semana, um mês ou dois, quem sabe? O verão está aí, haverá sol quase todos os dias, e sempre resta essa coisa chamada ‘impulso vital’. Pois esse impulso às vezes cruel, porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo, te empurrará quem sabe para o sol, para o mar, para uma nova estrada qualquer e, de repente, no meio de uma frase ou de um movimento te surpreenderás pensando algo assim como “estou contente outra vez”. Ou simplesmente “continuo”, porque já não temos mais idade para, dramaticamente, usarmos palavras grandiloqüentes como “sempre” ou “nunca”. Ninguém sabe como, mas aos poucos fomos aprendendo sobre a continuidade da vida, das pessoas e das coisas.

- Caio F. de Abreu
Se você ama duas pessoas ao mesmo tempo, escolha a segunda. Porque se você realmente amou a primeira, você não amaria outra. Sempre achamos horrível quando o namoro termina ou quando nosso amor não é correspondido, mas esquecemos que é por isso que aprendemos. Há quatro perguntas de valor na vida … O que é sagrado? De que é feito o espírito? O que é importante na vida, e por que vale a pena morrer? A resposta para cada uma é a mesma: Apenas amor.

Johnny Depp

A gente já pensou um dia em fugir deixando tudo pra traz, a gente já pensou um dia em ir pra lua ou pra qualquer lugar, a gente já pensou que sempre fosse tempo o bastante pra não separar, mas o sempre acabou. E agora a gente passa o tempo esperando o tempo passar, e agora a gente passa o tempo esperando o tempo voltar…

Não conto para os outros o que acontece entre nós.  São coisas que só nos entendemos, ninguém mais vai sentir e entender isso tudo.

(Prefira Borboletas) 

Espero que você leve uma vida da qual se orgulhe. Ou que tenha força para começar tudo de novo.

O Curioso Caso de Benjamin Button

“Fui abençoada com um coração meiguíssimo e em contrapartida com um pavio bem curto. Exatamente igual a um vidro: se me jogar no chão, eu quebro.. mas se me pisar, te corto!”

Meu lugar é bem , nos seus braços. E eu sei que lá no fundo, você sabe que o seu é aqui, nos meus.

(CaMantovani)

domingo, 10 de abril de 2011



Savannah: Por que está olhando para mim desse jeito?
John: Como assim? Como estou olhando para você?
Savannah: De um jeito diferente.
John: Não sei como quer que eu olhe para você. Está diferente. Eu não sei… Não sei porque vim aqui. O que estamos fazendo? Estamos comendo e conversando, e ninguém está realmente falando nada.
Savannah: O que quer que eu diga? Sobre o que quer falar?
John: Por que não ligou? Por quê? Quer dizer.. Não acha que eu merecia mais explicações do que uma carta? Podia ter ligado, me dado uma chance de fazê-la mudar de ideia. Não acha que me devia isso?
Savannah: Não consegui..
John: Não conseguiu? Gostava tão pouco de mim que não conseguiu ligar? Por quê?
Savannah: Porque eu não consegui.
John: Me dê uma razão!
Savannah: Não consegui.
John: Quero uma resposta.
Savannah: Porque só de ouvir a sua voz eu teria mudado de idéia.
                         Querido John


Às vezes você tem que fugir para que você possa ver quem vai correr atrás de você. Às vezes você tem que falar mais baixo, só para ver quem realmente escuta. Às vezes você tem que dar um passo para trás, apenas para ver quem está ainda de pé ao seu lado. Às vezes você tem que tomar uma decisão errada, apenas para ver quem está lá quando tudo desmorona. Às vezes você tem que deixar a pessoa que você ama ir, só para ver se ela te ama o suficiente para voltar.

Porque em cada pedaço de mim, sempre haverá um pedaço de você.

(Diário de uma paixão)

sábado, 9 de abril de 2011


Ele me ensinou que o amor não é sinônimo de dor, mas sim de paz. Aquela paz que nunca pensei que pudesse sentir. Ele sufoca meus medos com seu abraço forte, ao mesmo tempo que preenche todo o espaço de alegria disponível no meu coração. Ele me irrita como ninguém, me irrita tanto que percebo como somos bobos e me pego rindo por isso. Ele consegue me acalmar tão rápido que me faz esquecer o motivo da minha dor. Eu me perco nos seus braços, mergulho no seu olhar, e ainda não encontrei palavras para descrever como é o seu sorriso - é como se meu mundo parasse naqueles lábios, quando eu via que aquele sorriso era pra mim . Só pra mim. Ele sabe que eu sempre vou ser a garota dele, e ele sempre será meu. O meu homem meio menino, o meu sério meio engraçado. O que faz meu mundo girar, e que me faz esquecer que existe alguma coisa lá fora que não seja ele. Porque é ele, sempre foi ele. Antes mesmo de saber da sua existência. Quando ele entrou na minha vida, eu percebi. Era ele que meu coração pedia.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Selinho


Oie gente ganhei esse selinho da minha memiga Juh Doce mel.
Adoreiiii

quinta-feira, 7 de abril de 2011



Espero que meu príncipe encantado goste de uma garota preguiçosa que ama 

ficar em casa hibernando na cama. Que acorde tarde e ainda sim sente sono.

 Que tem mal humor e na TPM é um perigo ambulante. 

Que sente muito ciúmes e faz/fala muita besteira sem pensar duas vezes, que 

goste de assistir desenhos e tem manias estranhas. E que é meio - muito

insegura em relação à tudo. 

quarta-feira, 6 de abril de 2011


Eles não concordavam em quase nada. Na verdade, eles nunca concordavam. Eles brigavam o tempo todo, e eles desafiavam um ao outro todos os dias. Mas apesar das diferenças, eles tinham algo muito importante em comum. Eram loucos um pelo outro.


(diário de uma paixão)

terça-feira, 5 de abril de 2011


Temos de ver todas as cicatrizes como algo belo. Combinado? Este vai ser o nosso segredo. Porque, acredite em mim, uma cicatriz não se forma num morto. Uma cicatriz significa: “Eu sobrevivi”. 
                                                                            
                                                                                                 (Caio F.)

A vida de ninguém é repleta de momentos perfeitos. E se fosse, não seriam momentos perfeitos. Seriam apenas normais. Como você poderia saber o que é a felicidade se nunca tivesse experimentado as quedas?

 P.S. Eu Te Amo

Sou uma garota frágil, muitos já perceberam isso. Me machuco e choro facilmente. Parece que chorar me faz “desabafar” mas em lágrimas. Sem fazer som algum. Apenas água e sentimentos. Ando também me machucando muito, me entregando muito, amando muito, e por fim, sofrendo muito. Mas que culpa tenho eu? Se eu só quero “tentar” viver, mas no final sempre acabo me ferrando. Já sofri por amor, afinal, que garota nunca sofreu não é? Pensando que iria ser para sempre, mas como não existe conto de fadas, esse lance que chamamos de “amor” acabou. Me entreguei muito a isso, chorei, me machuquei, desabafei, e o meu travesseiro ficou molhado de tantas lágrimas de dor. Mas como já disse, acabou. É só mais um fim. É só mais um castigo. Mas depois virão outros. Outros e outros amores e ilusão. Eu só quero uma pessoa que preencha o vazio que você não ocupou. É só mais uma noite para insistir. Quero que ela seja meu passado e o meu futuro. Enfim, que ela seja a minha razão de viver. Que ela se torne única. Para sempre. Bom, para sempre nem “sempre” existe. Quero que ela vive o tempo necessário comigo. Que seja eterno. Enquanto durar. Apenas isso. Consegue me acompanhar?

domingo, 3 de abril de 2011


- O álcool é um veneno, Jake.
- Tio Charlie, então por que você bebe?
- Porque tem certas coisas dentro de mim que eu preciso matar.

APRENDI..

 que se aprende errando. Que crescer não significa fazer aniversário. Que amigos a gente conquista mostrando o que somos. Que os verdadeiros amigos sempre ficam conosco até o fim. Que a maldade se esconde através de uma bela face. Que não se espera a felicidade chegar, mas se procura por ela. Que amar significa se dar por inteiro. Que um só dia pode ser mais importante que muitos anos. Que se pode conversar com estrelas. Que se pode confessar com a lua. Que se pode viajar além do infinito. Que sonhar é preciso. E finalmente, aprendi que não se pode morrer pra se aprender a viver.