Páginas

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Gosto de pessoas com sorrisos largos sem travas no maxilar;
pessoas transparentes que demonstram o que sentem. 
Gosto da franqueza mesmo que seja bruta;
pode incomodar mas não machuca.
Gosto de pessoas com suavidade nas palavras.
Gosto de pessoas “gente”.
que não simulam nem barganham.
Sinto muito...
não consigo gostar da arbitrariedade!
eu só sei gostar de pessoas que
em lugar do ego ocupe um coração.

Lúcia Gönczy

Um comentário:

* verinha * disse...

Fantástico Fran!... Concordo plenamente.. somente pessoas assim é que devemos deixar que façam parte de nossas vidas!

Beijocas em seu coração..
*verinha*