Páginas

domingo, 2 de setembro de 2012

Setembro


Já é setembro, mas ainda existem gotinhas de inverno que caem pela janela. E é por ela que entra a felicidade e a brisa mais suave e aromática que eu me permito sentir. Há flores espalhadas por todos os lugares, onde até o sorriso vem enfeitado com uma dessas flores do campo que nasceram para ficar no campo enfeitando momentos como esse, de eterna luz. Redundâncias, as eternas redundâncias, mas que precisam ser escritas, ditas, cantadas… É uma magia diferente que renasce a cada início de setembro. Flores, pássaros, borboletas… a natureza se prepara e veste de uma maneira diferente. Os sapatos e os casacos já começam a serem despidos dos corpos que estavam cobertos. É o período de hibernação que chega ao seu fim! Deitada entre folhas que secaram com o sal das minhas lágrimas, fiquei esperando Setembro chegar. Agora, entre a secura da terra, nascem flores de variados tons e formas, renasce a esperança dos dias vindouros e a eterna paixão que renasce o sorriso, os sonhos se renovam e as ações começam a serem praticadas.
Bem-vindo Setembro!!! 


Nenhum comentário: