Páginas

segunda-feira, 28 de maio de 2012


E ele tem uns olhos centrados e decididos, e Deus como são lindos aqueles olhos. E um senso critico forte, e confiante, que parece que nada no mundo pode abate-lo. E eu gosto disso. Mas talvez o que eu mais ame nele seja do jeito que ele me nota, e do quanto ele só quer ser meu quando me toca, e quando me ouve com atenção, e me coloca no colo sabendo que ele não precisa fazer aquilo, mas ele quer, e logo em seguida ele me sorri meio torto, e é um torto tão lindo, que eu tento fazer ele jurar que vai ser sempre meu… E tem vezes eu fecho os meus olhos depois que ele vai, e agradeço por Deus ser tão bom pra mim, por me dar esse presente, que é quase surreal sentir um amor tão grande por uma pessoa, e ela retribuir.



Nenhum comentário: