Páginas

sábado, 30 de abril de 2011


"Sigo buscando coisas sem saber aonde encontrar. Umas eu demoro a achar, outras já vem comigo desde o berço. Umas ficam a vida inteira, outras vão embora cedo. Mas cada uma me completa de um jeito. Desta forma vivo buscando e juntando meus pedaços, procurando nos cantos mais improváveis e deixando-os sempre com a certeza de que de alguma maneira foram importantes e insubstituíveis."

Nenhum comentário: