Páginas

terça-feira, 27 de julho de 2010



Uma parte de mim ainda me cobra pelo que aconteceu. Mas não posso exigir mais de mim do que todas as outras pessoas, como se eu fosse capaz de alguma perfeição. Então eu não espero acertar sempre. A única coisa que espero de mim é me reerguer sempre, apesar de qualquer queda, de qualquer medo. Apenas me cobro mais paciência, mais coragem e mais força de vontade. Mas tenho consciência de que podem haver dias tão escuros que eu não seja capaz de visualizar essas coisas. Só quero ter certeza de que nesses dias escuros eu saberei me perdoar, e me estender a mão, assim como faço com tantas outras pessoas. Porque eu sou minha melhor companhia e a única pessoa que pode realmente me compreender.

Letícia de Freitas

Nenhum comentário: